Web Designer: Como está o mercado atual para o profissional?

Web Designer: Como está o mercado atual para o profissional?

Com a popularização da internet cresceu a necessidade de se apresentar páginas web com um melhor aspecto visual para comunicar os objetivos das instituições. A preocupação era de aplicar os fundamentos de design para sanar essa necessidade. Foi a partir daí que começou a surgir a carreira de Web Designer.

O que vemos no cenário atual é que as pessoas cada vez mais utilizam-se da internet para não só buscar informações, mas para interagir socialmente, e também cada vez mais realizar compras pela praticidade que o sistema oferece.

As empresas investem cada vez mais em presença online porque isso é imprescindível para alcançar um público cada vez mais adepto por tecnologia e sedento por novidades. Com isso a procura por Web Designers qualificados para atender essas empresas têm gerado bastante oportunidades e crescimento profissional.

Você já deve estar percebendo que ingressar nesta área oferece um mundo cheio de possibilidades. Então para que você fique melhor informado neste artigo falarei para você sobre as dúvidas recorrentes que os seguidores do Marketing Profissional sempre me perguntam, como, o o que faz um Web Designer, onde ele atua, quanto ganha, qual faculdade é indicado fazer, entre outras coisas!

Portanto se você tem dúvidas sobre a área, se tem interesse em ingressar ou até migrar para o segmento web, te convido a continuar a leitura.

O que faz um Web Designer?

Na introdução deste artigo você ficou sabendo que para apresentar as páginas web com um melhor aspecto visual se viu a necessidade da aplicação de fundamentos de Design. Com isso o profissional responsável por projetar as páginas deviam possuir conhecimentos nesse fundamentos.

Portanto o que um Web Designer faz hoje é aplicar os fundamentos de Design para criação de layouts para sites. Ou seja, ele é um Designer que cria para web. Na prática ele utiliza de conhecimentos como Tipografia, Teoria das cores, Diagramação, Gestalt, entre outros para construir sites que consigam transmitir os objetivos de comunicação dos clientes e que facilitam sua utilização pelos usuários.

O Web Designer também é responsável por construir diferentes peças digitais utilizadas na web como banners para sites, imagens para mídias sociais e pequenas animações.

E sobre mais o que faz um Web Designer? Dependendo do projeto ele também pode ser requisitado para participar de diferentes etapas como decisões sobre a arquitetura de informação, construção de wireframes, codificações, etc.

Existe algum pré-requisito para ser Web Designer?

Querer se Web Designer é o principal requisito. Não considero ser uma questão de talento, mas sim a determinação para fazer as coisas a principal característica para atuar nesta área.

Logicamente que possuir algumas características ajuda, como:

  • Gostar de tecnologia;
  • Gostar de design;
  • Gostar de artes;
  • Ter empatia pelas pessoas;
  • Gostar de resolver problemas;
  • Ser criativo.

Web Designer precisa saber programar?

 

David, você citou mexer com codificação, em um tópico anterior, uma possível atividade do Web Designer. Quando eu estiver atuando na área eu precisarei programar?

Não! Definitivamente um Web Designer não precisa saber programar. Lógico que você tiver uma noção sobre linguagens de programação poderá trazer alguns benefícios, mas ter o domínio sobre os conhecimentos para atuar na área de web design já é o suficiente.

O que acontece é que cada vez mais o mercado entende que o Web Designer tem suas funções bem definidas e que não se devem confundir com funções de outros profissionais também responsáveis por um projeto web.

Pode até ser que ainda existem vagas requisitando que um Web Designer tenha além dos conhecimentos em sua área, também conhecimentos de programação. Mas não deveria ser assim.

A programação é de responsabilidade dos desenvolvedores, como também existem outros profissionais que são responsáveis pela a UX, pelo front-end, arquitetura de informação e por aí vai.

Mas caso você saiba programar, ótimo. Você terá uma ótima visão sobre o processo que envolve o projeto e poderá contribuir com as melhores práticas e quem sabe até utilizar deste conhecimento para assumir projetos freela.

Então o que faz um Web Designer que não é lidar com código? Bem, não é assim radical. Veremos a seguir como funciona essa parte de códigos.

O que faz um Web Designer com o HTML e CSS?

Ainda não nós livramos do assunto codificação. Mas calma! Isso não é o fim do mundo.

Eu sou um defensor de que Web Designers devem conhecer codificação referente a duas linguagens. Falo de HTML e CSS. E antes que você fique contrariado já afirmo que estas não são linguagens de programação.

O HTML é uma linguagem que marca o conteúdo. Portanto é uma linguagem de marcação. Esta é uma linguagem base para construção de sites e que tem a função de apresentar o conteúdo em páginas. Todo o conteúdo que você vê em uma página é inserido por códigos HTML.

Já o CSS é uma linguagem de estilização. Ela é responsável por formatar o conteúdo marcado pelo HTML. Através dela é possível que você realize tarefas como definir um tamanho e cor de um texto, posicionar um bloco da interface em algum lugar na tela, colocar uma cor ou imagem de fundo, entre outros tipos de estilizações.

E por que eu defendo que Web Designers devem conhecer HTML e CSS?

Eu defendo porque com isso o profissional vai entender quais as possibilidades e limitações seu layout poderá proporcionar nas próximas etapas do projeto sem necessariamente botar a mão nos códigos.

Ter esses conhecimentos também podem contribuir em uma maior integração entre as equipes de trabalho.

Seja um profissional de Web Design cadastrado na plataforma do Marketing Profissional e consiga trabalhos freelancers. Cadastre-se agora gratuitamente.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!