Analista de SEO: Saiba Tudo Sobre os Profissionais do Futuro

Analista de SEO: Saiba Tudo Sobre os Profissionais do Futuro

O que faz um analista de SEO

Você sabe o que faz um analista de SEO?

Não?

Pois esta é a profissão que mais está em alta no mundo quando falamos de audiência na internet. Este é o profissional que ajudará o seu site ser encontrado no topo dos principais sites de busca, aumentando o tráfego da publicação.

Quer saber então o que faz um analista de SEO? Vamos começar entendendo o que é SEO e depois saber os detalhes sobre essa profissão em alta no país.

O que é SEO?

A palavra SEO significa Search Engine Optimization e é também conhecida como a forma de otimização de sites, melhorando o posicionamento nos principais buscadores como, por exemplo, Google, Bing, Yahoo, etc.

Com a aplicação de algumas regras, o site terá um aumento significativo na audiência.

Mas, afinal, o que faz um Analista de SEO?

O analista de SEO é a pessoa responsável por realizar a otimização de todas as páginas de um site para que elas sejam ranqueadas da melhor forma possível e, desta forma, ficarem nas primeiras páginas que os usuários realizam buscas de um determinado assunto na internet.

Dentro do trabalho de otimização, o Analista de SEO tem quatro funções importantes:

1 – Alinhamento de palavras-chave

A primeira coisa a ser feita é uma lista com todas as possíveis palavras-chave que são mais relevantes com o conteúdo do site que está sendo analisado. É importante tomar cuidado porque serão essas palavras que também ajudarão a ranquear o conteúdo nos motores de busca com o objetivo de atrair mais visitantes ao site.

2 – SEO on-page

Após fazer a pesquisa das palavras-chave, o analista de SEO terá que realizar algumas configurações nos códigos das páginas para melhorar ainda mais o desempenho do ranqueamento nos sites de busca.

Existem oito elementos fundamentais que precisam ser realizados nesta etapa:

  • Título da Página – Este é o elemento mais importante! O ideal é criar um único título por página com, no máximo, 63 caracteres, e ele deve ter a ver com o conteúdo apresentado.
  • Meta Description – Este item tem como função mostrar ao usuário que está buscando algum conteúdo do que se trata o site.
  • URL (endereço da página) – Os robôs dos sites de busca fazem muitas pesquisas nas URLs, por isso, o analista deve configurar a URL de forma que ela seja descritiva e que contenha a palavra-chave que deseja. O analista também poderá orientar as pessoas que fazem o conteúdo para ter títulos mais atraentes para os motores de busca, no caso da URL ser o título do conteúdo.
  • Imagens – Neste item o analista precisará dar atenção para três detalhes: o nome de arquivo, o texto alternativo (alt text) e o contexto.
  • Headings – Aqui o analista terá que fazer um trabalho no código do site indicando o <h1> (Título principal), <h2> (Subtítulo), <h3> (Sub do Subtítulo), <h4> (Título secundário), <h5> (Subtítulo do secundário) e <h6> (Sub do Subtítulo secundário). Se as palavras-chave estiverem dentro desses subtítulos, no <h2>, por exemplo, ajudará muito mais no site de busca.
  • Textos simples – O analista deverá orientar as pessoas que forem publicar o conteúdo como escrever um texto focado em SEO e como deve ser o uso das principais palavras-chave sem que tenha comprometimento nos motores de busca.
  • Linkagem Interna – Este item também é mais para quem irá fazer a publicação do conteúdo, mas a orientação deve vir do analista de SEO. O ideal é que todo o conteúdo tenha links para outros conteúdos que sejam relevantes ao texto publicado.
  • XML – O analista deverá criar um sitemap.xml para aumentar ainda mais as chances de melhorar o comportamento do site nos buscadores.

3 – SEO off-page

A quantidade e qualidade de links que apontam para seu site é também um dos detalhes muito importantes que os buscadores utilizam para ajudar na relevância do seu conteúdo.

Por isso, o analista usará como técnica a criação de backlinks, que são links que apontam para o site que está sendo trabalhado. As principais redes pela internet que utilizadas para ajudar no SEO off-page são:

  • Produção de Artigos com conteúdos relevantes e links para o site
  • Fóruns
  • Parceria com blogs que tenham conteúdos relacionados com o site
  • Diretórios de Empresas, uma loja virtual, por exemplo.

4 – Análise de métricas

O profissional que irá ser o analista de SEO precisa saber mexer nas principais ferramentas de audiência como, por exemplo, Google Analytics, pois será através destes sistemas que conseguirá ficar sempre atento em quais palavras-chave fazem com que a audiência chegue ao site.

Com este tipo de ferramenta, o analista também terá acesso ao relatório dos links externos e, desta forma, a análise do trabalho de SEO sairá melhor ainda.

Existem algumas perguntas importantes que deverá fazer no momento em que está elaborando um relatório, por exemplo. Confira as nossas dicas para facilitar o trabalho:

  • Quais foram as palavras-chave mais trouxeram visitas para o site?
  • Quais são os sites que mais trouxeram visitas?
  • Quais ações que o analista executou que trouxeram mais resultados relevantes?
  • Quais são as páginas que mais trazem conversões?

E quais ferramentas um analista de SEO usa durante o seu trabalho?

Todas as áreas de TI precisam de algumas ferramentas básicas para conseguir executar o seu trabalho e, por isso, no caso do analista de SEO não é diferente. Mas você sabe o que será necessário para começar o trabalho? Não? Vamos te ajudar com uma listinha:

  • Google Webmasters tools – Esta ferramenta é muito útil, já que ajudará muito com a análise da indexação. Com ela, o analista, além de conseguir enviar o sitemap.xml, poderá saber quais palavras-chave estão chegando ao site e se existe algum problema com o rastreamento.
  • Google Analytics – Como já falamos, é a principal ferramenta para medição de audiência e desempenho dos visitantes.
  • Google Keyword Planner – É com esta ferramenta que o analista conseguirá ajuda para encontrar as palavras-chave que serão mais eficientes e mensurar o quanto elas são buscadas no seu site.
  • Moz – Não é uma ferramenta gratuita, mas que dará bastante auxílio, já que monitora o posicionamento das páginas do site e ainda consegue fazer uma análise dos backlinks dos principais concorrentes, dentre outras funções que ajudam muito no trabalho do analista de SEO.

Listamos alguns pré-requisitos importantes para ser um Analista de SEO

Existem alguns itens básicos que são ideais para um analista de SEO conseguir executar o seu trabalho de forma perfeita.

  • Conseguir mexer nas principais ferramentas de medição de audiência, principalmente, o Google Analytics.
  • Ter uma ideia de como funciona os códigos de programação, como por exemplo, html, css, php, etc.
  • Precisa ser uma pessoa que goste de desafios e seja empenhado (não desista no meio do caminho).
  • Entender como é funcionamento de um XML.
  • O analista não pode ser afobado, já que para criar a estratégia certa, muitas vezes, é preciso agir com calma para entender como é o comportamento dos visitantes daquele site que está sendo trabalhado.
  • Saber como montar uma boa estratégia de posicionamento para o site.
  • Ter a graduação ou estar estudando algum curso na área de marketing.
  • Deve ter uma noção de como funciona o tráfego das redes sociais para um site e, assim, trabalhar com essas ferramentas para aumentar o número de visitantes no site.
  • Saber colocar em prática a melhor estratégia utilizando as palavras-chave.
  • Ter ideia de como funciona as principais técnicas de SEO.
  • O analista de SEO precisa estar sempre de olho em sites especializados sobre o assunto
  • Conseguir ler em inglês, pois os principais estudos sobre SEO são publicados em sites estrangeiros.
  • Precisa ser um profissional bem criativo
  • Saber escrever textos de boa qualidade e que tenha um conteúdo focado ao objetivo.

Quanto ganha um Analista de SEO?

O salário pode variar muito de uma empresa para outra, não é mesmo? Mas todo cargo profissional existe um valor base e é ele que vamos te mostrar para você ter uma ideia de salário.

De acordo com o site de empregos Catho, a média de salário pode variar de R$2 mil a R$5 mil (a consulta foi realizada em maio de 2017). Claro, que se o analista for um profissional CLT ainda contará com mais alguns benefícios.

Dicas de como se tornar um Analista de SEO

Para você se tornar um analista de SEO deverá primeiramente procurar um bom curso. No Brasil, o interessado em se tornar um analista de SEO encontrará opções de cursos online ou presenciais.

O que vai fazer você achar o curso certo é procurar o diferencial na lista de matérias. Inscreva-se em um curso que te ensinará além do básico. Um ensino que fala você pensar como SEO, ou seja, que você entenda de verdade como otimizar um site e não simplesmente a montar um plano estratégico de marketing.

Além do curso, é ideal que o analista de SEO esteja sempre antenado com que está acontecendo no mercado de TI, principalmente, o de SEO nos sites especializados sobre o assunto.

Desta forma, você estará sempre por dentro das novas tendências e práticas do mercado quando o assunto é otimização.

Uma boa dica também é praticar muito. O ideal é que o analista de SEO crie um site ou um blog apenas para colocar em prática tudo o que aprendeu nos cursos realizadas ou o que leu na internet.

Para ser um bom analista de SEO a experiência é muito importante!

Como preparar e fazer uma entrevista para contratar um analista de SEO?

O momento da entrevista é muito importante para que você encontre o profissional ideal para a vaga que está em aberto. Por isso, qualquer erro poderá ser “fatal”.

Para não cometer nenhum engano no momento da contratação, separamos alguns detalhes importantes que podem te ajudar no momento da entrevista.

Como o processo seletivo pode ser feito por etapas, os exemplos citados abaixo podem mudar de ordem ou serem separados. Tudo depende de como você quer conduzir este processo.

1 – Faça uma lista do que você espera do analista de SEO

Após ter a certeza da necessidade de contratar um analista de SEO, a primeira coisa a ser feita é uma lista de atributos que o profissional que mais se encaixará nesta vaga deve ter. Entre os principais itens que deve se preocupar em listar estão: objetivos, responsabilidades e pré-requisitos (é aqui que você determinará se o profissional deve ter ou não experiência com SEO).

2 – Anuncie a vaga nos principais sites de busca de emprego!

Depois de listar tudo aquilo que será prioridade no candidato, o segundo passo é anunciar a vaga na maioria de sites especializados e, se possível, nas escolas que têm o curso de analista de SEO.

O ideal é que no anúncio da vaga esteja escrito o máximo de informação possível, pois, desta forma, a pessoa que não se encaixa na vaga também não perde tempo e nem você marcará entrevistas à toa.

3 – Prepare um teste verdadeiro para o momento das entrevistas

Mesmo que você faça dinâmicas voltadas para habilidades ou testes psicológicos é muito importante que o candidato faça um teste direcionado focado no assunto do trabalho que será executado.

O indicado é que neste teste esteja presente as quatro funções principais de um analista de SEO. Lembra delas? Vamos relembrar para refrescar a sua memória: pesquisa de palavras-chave, SEO on-page, SEO off-page e Análise de métricas.

Vamos dar um exemplo de teste que pode ser elaborado!

Pegamos o item “Pesquisa de palavras-chave” como exemplo. Você pode indicar um site para o candidato e solicitar um estudo de palavras-chaves que mais se adequam ao conteúdo da publicação. Se possível, peça para o candidato também explicar a escolha de cada palavra-chave.

Ah! Dê um tempo para que o candidato consiga elaborar toda a estratégia de SEO, assim, você também irá testar o desempenho dele na tarefa.

4 – Quais perguntas você deve fazer no dia da entrevista?

Se você decidiu por separar o processo seletivo e o candidato conseguiu passar por todas as etapas anteriores, agora, chegou uma das horas mais temidas para algumas pessoas – a entrevista.

É neste momento que perceberá se o candidato realmente preencheu todos os itens que você está precisando para a vaga de analista de SEO ou ele é bom na teoria, mas na prática não consegue se devolver.

Para te ajudar, listamos algumas perguntas que podem ser feitas no momento que estiver entrevistando o candidato.

  • Conte qual foi a estratégia de SEO off-pag que você executou e foi um sucesso.
  • Você já produziu alguma mudança de configuração de algum site que deu certo? Conte a experiência e mostre qual foi o resultado positivo.
  • Você já enfrentou algum desafio no momento da otimização de algum site? Se sim, como conseguiu resolver?

O que não é a função do analista de SEO

Até o momento só listamos as funções do analista de SEO, não é mesmo? Mas em algumas empresas as pessoas acabam acumulando algumas funções que nem sempre são as suas expertises, por isso, vamos mostrando o que não é de responsabilidade do analista de SEO.

Conheça algumas funções que se você der a um analista de SEO pode não dar muito certo:

  • Revisar textos – Para que o texto fique sem nenhum erro deixe esta função para uma revisora, que pode ser alguém formado em Letras ou Jornalismo. O analista de SEO precisar estar focado nas palavras-chave que serão utilizadas no conteúdo, o título relevante, URL bem amigável, etc.
  • Links Patrocinados – Não são todos os analistas que entendem bem de links patrocinados, portanto, contrate um especialista no assunto para não ter nenhum tipo de problema.
  • Mídias sociais – É interessante que o analista de SEO saiba como funciona as redes sociais e como podemos aproveitar este tráfego. Mas não é a função deste profissional fazer toda a análise em cima de dados ou até mesmo realizar postagens nas redes sociais. Caso precise de um profissional para esta área, o ideal é contratar uma pessoa que entenda de Marketing Digital.
  • Criar sites – Às vezes, as pessoas, só de saberem que as outras trabalham com TI, acham que elas já sabem montar sites, concorda? Não é bem assim! Se o a analista não for um programador, ele não entende nada de criação de sites. Caso ele saiba montar um site, poderá te ajudar, mas se você quer um analista de SEO, esta não pode ser a principal função do profissional.
  • Recorte de HMTL e criação de layout – Não é só porque ele tem como pré-requisito entender as linguagens de programação como, por exemplo, HTML, que o analista sabe realizar um recorte de HTML ou até mesmo criar um layout, no caso de profissionais que sabem mexer em programas de edição de fotos.

Importância de ter um analista de SEO na sua empresa

Se você está precisando de resultado em seu site através dos buscadores, a melhor solução é contratar um analista de SEO, já que é ele que montará toda a estratégia para que alcance todos os seus objetivos e também faça todo o monitoramento do processo de otimização – analisando cada detalhe do comportamento dos usuários que acessam o site.

Estar com o site posicionado, claro que de forma estratégica, nos principais buscadores da internet, faz toda a diferença para que o sucesso de qualquer empresa aconteça, sendo ela um site de conteúdo ou uma loja virtual.

Como funcionam as ferramentas de busca

As ferramentas de buscas irão rastrear, analisar e criar um índice com os sites que estão mais bem classificados, segundo os critérios que elas adotam como importantes.

Através da utilização destes critérios, as ferramentas irão proporcionar ao usuário uma busca com resultados ainda mais relevantes com o assunto que ele procurou.

Pense antes de escolher o nome para o seu site

O nome do site pode influenciar também no momento de otimização, por isso, antes de pensar em um nome para o seu negócio. Ele deve ser o mais relevante possível com o conteúdo que será postado no site.

Para melhorar ainda mais, se possível, coloque o nome escolhido na URL. Se você tiver um blog de cachorro, por exemplo, tente colocar a palavra cachorro no domínio – blogdecahorros.com.br.

Cuidado para não encher o site de técnicas de otimização

Lembrando que para você ter um bom resultado utilizando a busca orgânica, deverá usar as regras de otimização com cuidado ao invés de sobrecarregar o site de técnicas. Se encher o site de técnicas de otimização, poderá ter o efeito contrário e até receber punição do Google, por exemplo.

O trabalho de SEO é mais eficiente que um anúncio pago

Especialistas garantem que a melhora na otimização do seu site trará muito mais resultado do que investir em anúncios pagos.

Em muitos anúncios pagos onde o valor do clique é definido como se fosse um tipo de leilão acabamos tendo um orçamento para obter resultados que não são tão eficientes quanto os que teremos após a otimização.

Se você está pensando nos anúncios orgânicos, o alcance do objetivo será feito através do trabalho de SEO.

Por que a minha empresa tem estar no topo (SEO)?

Se você quiser fazer sucesso com o seu negócio na internet precisa estar na primeira página dos sites de busca. Afinal, quanto maior for a sua audiência, mais patrocinadores você conseguirá para o seu site, por exemplo.

Um estudo feito pela Relevance traz dados que comprovam a importância da preocupação de estar no topo:

  • O site que está na primeira posição do Google recebe 18,2% de todo o tráfego.
  • A segunda posição recebe 10,1%.
  • A terceira 7,2%.
  • A quarta 4,8%.
  • Todos os outros resultados menos do que 2%.

E é aí que entra todo trabalho do analista de SEO, pois cada palavra-chave que ele conseguir deixar bem posicionada fará totalmente a diferença para o tráfego do site.

Viu como um analista de SEO desempenha um papel muito importante para o site? Então é uma boa forma de investir em sua carreira ou, se tiver um site, também é um bom motivo para contratar esse profissional.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

1 Comentário